22 nov 19

Com trem de força Audi, Bird conquista a primeira vitória na Arábia Saudita, à frente de Porsche e Mercedes

Sam Bird, da Envision Virgin Racing, conquista a primeira vitória da temporada com Andre Lotterer, da TAG Heuer Porsche, em segundo e Stoffel Vandoorne, da Mercedes-Benz EQ, em terceiro. A briga entre as potências alemãs vai continuar depois de uma abertura de temporada espetacular na Arábia Saudita.

Largando na pole, Alex Sims, da BMW i Andretti Motorsport, abriu vantagem assim que as luzes se apagaram na abertura da temporada na Arábia Saudita, deixando os dois pilotos da Mercedes-Benz EQ, Stoffel Vandoorne e Nyck de Vries, em segundo e terceiro. 

Passados cinco minutos, a zona de ativação do MODO ATAQUE foi liberada, com todos os 24 pilotos já podendo passar por ela - fora do trajeto - para conseguir um power boost de 35 kW durante a corrida.  

Com apenas cinco minutos de corrida, péssima notícia para Sebastien Buemi, da Nissan e.dams, que parou na pista enquanto o grid o ultrapassava. Sem conseguir religar o carro, o piloto suíço abandonou a corrida. 

Depois de várias tentativas de Sam Bird, da Envision Virgin Racing, de passar Edoardo Mortara, da Rokit Venturi Racing, e tentar subir ao pódio, o britânico passou o piloto suíço faltando 30 minutos para o final da prova. 

Ganhando posições desde a largada em 16º, Daniel Abt, da Audi Sport Abt Schaeffler, passou Oliver Turvey, da NIO 333, tentando melhorar o início da temporada para a montadora alemã. Logo depois, Pascal Wehrlein, da Mahindra Racing, fez a volta mais rápida (em 12º). 

Ainda em 11º, o atual campeão e piloto da DS Techeetah, Jean-Eric Vergne, aparentemente não tinha mais como chegar aos pontos. Com dois títulos, a pressão está sobre o francês, em busca de um tricampeonato ao final da temporada 2019/20. 

Na liderança, Alex Sims mantinha a distância em relação aos dois pilotos da Mercedes em sua BWM com as potências alemãs brigando pela vitória. Logo atrás estava Sam Bird em seu carro com trem de força Audi da Envision Virgin Racing, seguido por Andre Lotterer, da TAG Heuer Porsche, em quarto. 

Faltando 17 minutos para o final da corrida, o atual campeão Vergne abandonou, retornando aos boxes com danos na roda dianteira de seu carro. 

Vindo pela reta de largada/chegada, um paciente Vandoorne fez sua manobra de ataque sobre o líder da corrida Sims, assumindo a liderança nas curvas 18 e 19. Ao mesmo tempo, Bird atacou e também passou Sims, assumindo a segunda posição. Ficando ainda mais para trás, Lotterer tomou a terceira posição, deixando Sims fora de um eventual pódio.  

Não satisfeito com o segundo lugar, Bird atacou Vandoorne faltando dez minutos para o fim da prova. Assumindo a liderança em seu carro com trem de força Audi, o britânico deixou para trás as estreantes Mercedes e Porsche, com Lotterer ainda em terceiro. 

Depois de conseguir escalar o grid, Oliver Rowland, da Nissan e.dams, atacou Sims, na quarta posição, passando o piloto da BMW faltando seis minutos para o final. Entrando na curva 5, Daniel Abt, da Audi, não conseguiu frear após uma batida com Antonio Felix da Costa (BMW) e acabou ficando parado após colidir com o muro. 

Faltando apenas três minutos, o BMW i8 Safety Car foi acionado enquanto o carro do alemão era retirado até a corrida recomeçar faltando pouco mais de um minuto para o final.

Bird, mantendo a liderança, conseguiu a primeira vitória da temporada depois de uma corrida espetacular do piloto da Envision Virgin Racing. Atrás do britânico em seu Audi ficaram Andre Lotterer, da Porsche, em segundo, seguido por Stoffel Vandoorne, da Mercedes, em terceiro.

Confira o resultados completos da corrida do E-Prix de Diriyah SAUDIA 2019